Clínica Dr. Lucas Moura

Especialista em Endocrinologia pela Universidade de São Paulo | CRM 125.324
CLÍNICA MÉDICA RQE 36686 | ENDOCRINOLOGIA & METABOLOGIA RQE 36687
Aspectos Gerais da Obesidade
Faça o teste do seu
IMC e saiba sua
real situação
SUA SITUAÇÃO

Abaixo de 17 | Muito abaixo do peso
Entre 17 e 18,49 | Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,99 | Peso normal
Entre 25 e 29,99 | Acima do peso
Entre 30 e 34,99 | Obesidade I
Entre 35 e 39,99 | Obesidade II (severa)
Acima de 40 | Obesidade III (mórbida)

O aumento da prevalência da obesidade nos últimos 40 anos é preocupante. Ao mesmo tempo em que este submetidos cada vez menos ao gasto de energia diária.

Ao mesmo tempo em que este crescimento era evidente nos adultos, hoje vemos uma crescente epidemia nos adolescentes e crianças, todos cercados por um ambiente obesogênico, caracterizado por alimentos baratos, com alta palatabilidade e densa carga calórica, e submetidos cada vez menos ao gasto de energia diária.

Registros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2009 mostram excesso de peso em metade dos homens e das mulheres. O diagnóstico de obesidade foi feito em 12,5% dos homens e em 16,9% das mulheres.

A causa da obesidade é complexa e multifatorial,  resultante do controle inapropriado do balanço energético. Assim, quando falamos de causa não podemos esquecer os diferentes fatores envolvidos:

1) Ambiental, responsável por hábitos familiares e populacionais como parte do aprendizado alimentar de novas gerações.

2) Social e cultural, a alimentação como parte de costumes e rituais milenares, influenciando diretamente o apetite, a recompensa e o prazer ligados ao ato de comer.

3) Sistemas hormonais central e periférico, determinantes na homeostase do complexo sistema fisiológico energético, controlando fome e saciedade.

4) Genético, é demonstrado que muitos indivíduos são mais susceptíveis ao ganho excessivo de peso, o que ocorre com grande variabilidade.

Diferentes fatores são responsáveis pelas variações individuais de metabolismo, entre eles o peso total, a massa magra (principal responsável pelo gasto energético de repouso), a gordura corporal, idade e sexo, sendo estes responsáveis por 80% da variação no metabolismo de repouso entre as pessoas.

A obesidade representa um risco para a saúde das crianças e dos adultos. O tratamento orientado pelo especialista evita uma série de complicações, como as cardiovasculares e as ortopédicas.

Agende uma consulta