Clínica Dr. Lucas Moura

Especialista em Endocrinologia pela Universidade de São Paulo | CRM 125.324
CLÍNICA MÉDICA RQE 36686 | ENDOCRINOLOGIA & METABOLOGIA RQE 36687
Outros Distúrbios
Faça o teste do seu
IMC e saiba sua
real situação
SUA SITUAÇÃO

Abaixo de 17 | Muito abaixo do peso
Entre 17 e 18,49 | Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,99 | Peso normal
Entre 25 e 29,99 | Acima do peso
Entre 30 e 34,99 | Obesidade I
Entre 35 e 39,99 | Obesidade II (severa)
Acima de 40 | Obesidade III (mórbida)

A hipófise, glândula situada na sela túrcica (cavidade óssea localizada na base do cérebro), apresenta tamanho parecido com o de uma ervilha e peso de 1 gr.

Hipófise – Sistema Neuroendócrino
A hipófise, glândula situada na sela túrcica (cavidade óssea localizada na base do cérebro), apresenta tamanho parecido com o de uma ervilha e peso de 1 gr aproximadamente, sendo responsável pela produção de diversos hormônios, muitos reguladores de outras glândulas do organismo (tireóide, suprarenal, ovários e testículos), além de outras diferentes funções, como crescimento e produção de leite nas mamas.  

Tem relação direta com o hipotálamo no sistema nervoso central, de onde recebe e envia informações a todo momento, trabalhando em conjunto para regular a produção dos diferentes hormônios, sistema imunológico e neurológico, assim como, sede, fome e temperatura corporal.

Diferentes doenças podem acometer essa glândula, desde malformações congênitas, tumores, infeções, inflamações e principalmente as alterações relacionadas à produção dos seus hormônios, de forma exagerada ou insuficiente.

Tumores da hipófise podem levar à presença de leite nas mamas, fora do período de amamentação, além de mudanças faciais, aumento do número do sapato, dores de cabeça e distúrbios da visão.
 
Excesso de Pelos
Mulheres com excesso de pelos na face (hirsutismo), acne ou amento da musculatura, podem estar com produção excessiva de hormônios masculinos
 
Distúrbios da Menstruação
Alterações do ciclo menstrual (falta de menstruação ou menstruação mais de uma vez ao mês) podem significar problemas hormonais. Por isso, necessitam de investigação e tratamento adequado
 
Andropausa
Os hormônios masculinos podem diminuir quando o homem envelhece. Nesse caso, algumas pessoas podem sentir cansaço, diminuição da força muscular e disfunção sexual, necessitando da ajuda do especialista para fazer reposição hormonal
 
Doenças da suprarrenal
Aumento de peso, estrias avermelhadas, pelos excessivos, pressão alta ou baixa, puberdade precoce, além do escurecimento da pele podem significar problemas na glândula supra-renal

Doença de Cushing

A doença de Cushing é um distúrbio endócrino debilitante raro, porém, muito grave, causado por um tumor pituitário que provoca o excesso de cortisol no organismo. 

O que é Cortisol?
Cortisol é um hormônio vital que regula o metabolismo e o sistema cardiovascular, além de auxiliar no controle do estresse.

O excesso de cortisol provoca alteração físicas e fisiológicas graves no organismo, mais perceptivelmente aumento de peso, obesidade central e arredondamento e vermelhidão do rosto.

Altas concentrações de cortisol, também podem causar depressão, ansiedade e irritabilidade.

Comorbidades

  • Diabetes 
  • Depressão e ansiedade
  • Irritabilidade
  • Osteoporose e fraturas 
  • Hipertensão
  • Pedra nos rins
  • Alta taxa de colesterol e triglicérides 
  • Infertilidade 

Estes sinais e sintomas podem ou não estarem presentes em um determinado paciente.

  • Rosto arredondado e vermelho
  • Buffalo hump (depósito de gordura na parte posterior do pescoço)
  • Pele fina e mais suscetível a hematomas
  • Excesso de pelos faciais e corporais 
  • Obesidade central (projeção abdominal e afilamento de braços e pernas)
  • Interrupção do ciclo menstrual 
  • Marcas de coloração violeta (estrias) no abdômen, seios e coxas

Quem é afetado?
1 a 2 pessoas por milhão

Mais comum em pessoas entre 
20 – 50 anos de idade
3x maior a probabilidade das mulheres em adquirirem a doença de Cushing em relação aos homens
Portadores da doença de Cushing tem até 4x maior risco de morte em relação a população geral

Recomendações aos portadores da doença de Cushing: 

  • Manter contato com um endocrinologista para total controle da doença através de testes, tais como o cortisol urinário.
  • Procurar um endocrinologista familiarizado com a doença para a preparação de um plano de tratamento
  • Considerar a possibilidade de integrar –se a um grupo para suporte mútuo e diálogo constante.
  • Visite e compartilhe experiência em www.CushingsDisease.com para saber mais sobre a doença para promover a conscientização. 

Agende uma consulta